contato@datasafe.com.br
(11) 3723-3299

Menu

Policial militar de folga frustra assalto em joalheria de shopping

.

Fonte: Douver Barros - douver.barros@jornaldebrasilia.com.br
Terça-feira, 10/05/2016 às 08:06:33 Atualização: 10/05/2016 às 13:02:21

A tentativa de roubar uma joalheria do JK Shopping deixou um suspeito ferido ao ser surpreendido pela ação de um policial militar de folga, por volta das 21h dessa segunda (9).

Rafael Lopes de Araújo, de 21 anos, rendia o proprietário e uma funcionária nos fundos do estabelecimento quando o militar adentrou ao local. Sem saber de sua profissão, o suspeito se passou por funcionário, disse que o atenderia logo e pediu para que o homem fosse até ele.

"O sargento já sabia que se tratava de um assalto e afirmou que voltaria mais tarde. O suspeito queria rendê-lo também", informou a Polícia Militar, que foi acionada durante a ação criminosa. Antes da chegada da corporação, o suspeito quebrou uma vitrine do estabelecimento com o auxílio de uma marreta e colocou diversas joias de ouro dentro da mochila que carregava. Segundo a Polícia Civil, o homem tentou ir embora quando foi surpreendido pelo PM de folga. 

"Rafael sacou o revólver e apontou para o sargento que, por sua vez reagiu e efetuou um disparo de arma de fogo contra o suspeito. Ele não foi atingido", disse a Polícia Civil. Segundo a PM, o suspeito ficou ferido com os estilhaços de vidros das vitrines e, após o tiroteio, entregou-se. Sua arma, um revólver calibre 22, foi apreendido com cinco munições intactas. 

Durante as diligências da Polícia Militar, Alexandro Rodrigues de Oliveira, de 20 anos, também foi preso sob a suspeita de dar cobertura para a ação de Rafael. Ele estava na porta do centro de compras, a bordo de uma motocicleta e com dois capacetes em punho. De acordo com a Polícia Civil, o jovem transportaria Rafael até o carro onde um outro comparsa aguardava para a fuga, nas proximidades o quartel do Corpo de Bombeiros da região.

Pressionado, Alexandro levou os policiais até a casa onde o suposto mentor do crime residiria. Lá o veículo que seria utilizado na fuga, foi localizado e apreendido. O suposto líder e sua companheira seguem foragidos. O crime é investigado pela Delegacia de Repressão a Furtos (DRF).

Park Shopping

O crime em questão ocorreu quatro dias após uma invasão a uma joalheria do Park Shopping, ocorrido na manhã do último dia 5. Um dos suspeitos vestia uma farda da Polícia Militar. Segundo a corporação, a dupla levou diversas alianças de ouro e cerca de 20 relógios da marca Rolex, avaliados em, aproximadamente, R$ 50 mil cada um. Ninguém foi preso até esta publicação. 

Ação

Com o uso de arma de fogo, os homens anunciaram o assalto no interior da loja e renderam os funcionários. Após o roubo, eles fugiram sem que fossem identificados. As informações são da Polícia Civil.

De acordo com testemunhas, o falso policial agia como se fosse repreender o outro envolvido, que vestia uma calça jeans e camibra branca. Ambos correram em direção a um dos banheiros do estabelecimento e seguiram para o estacionamento, de onde fugiram em um carro após quebrar a cancela do shopping. 

O último levantamento da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal aponta que, em março deste ano, o roubo a comércio apresentou alta de 13 crimes em comparação com o mesmo período do ano passado, quando houve registro de 229 ocorrências. Na comparação com os três primeiros meses de 2016 e de 2015, a redução, no entanto, é de 0,7% de crimes.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

Publicado em: 13/05/2016 12:41:40

Mapa do Site

Endereço
R. Dr. Clóvis de Oliveira, 258
Morumbi
São Paulo - SP
05616-130

© 2016 | Datasafe - Todos direitos reservados